Sistema de montagem seguro com teste de elevação mecânica

Este artigo é uma tradução da versão escrita em holandês por Joyce Beuken e publicada a 15 de junho de 2021 em www.solar365.nl

Investe-se muito tempo e energia na realização de testes em túnel de vento. Mas como saber se os seus cálculos proporcionam realmente uma situação segura na prática? Na última desta série de três partes sobre os testes em túnel de vento, Jeroen Weller explica como os resultados obtidos da pesquisa em túnel de vento são suplementados com testes mecânicos.

Na primeira parte da série, pode informar-se mais sobre o desenvolvimento do FlatFix Wave, o sistema de montagem mais inovador da Esdec.
Na segunda parte, pode ler sobre o modo como a Esdec realiza os testes em túnel de vento.


Para saber qual o efeito que o acoplamento entre os diferentes painéis tem na distribuição da carga de vento, a Esdec realiza testes de elevação mecânica. “A Esdec utiliza esses testes para ver como os painéis em volta reagem quando um painel específico é submetido a forças de elevação”, disse Weller.

Ele explica que uma rajada de vento nunca atinge todo o campo com a mesma força ao mesmo tempo. “Normalmente, a rajada de vento impacta primeiro uma esquina ou um lado antes de alcançar o restante do campo, de modo que é preciso saber até que ponto cada painel aguenta bem na sua posição com os painéis adjacentes. Cada borda ou esquina é diferente, alguns são mais fracos que outros”.

Acoplamento

Weller enfatiza que existe uma grande diferença entre como os painéis nas esquinas são acoplados num campo, por exemplo, em comparação com os painéis no centro. “Um painel de esquina tem de ser acoplado em dois lados, quando um painel na borda de um campo é acoplado em três lados. No meio de um campo, os painéis são acoplados um ao outro em todos os lados, portanto, estão melhores preparados para transmitir as forças incidentes”.

Weller explica que se um painel está rodeado de outros painéis, está mais protegido do vento. “Portanto, é preciso instalar sempre mais lastros nas esquinas e nas bordas que no centro de um campo”. Com o sistema FlatFix Wave, o lastro pode ser acrescentado de duas maneiras diferentes. Pode-se colocar tijolos na calha sem necessidade de mais componentes. E se ainda for preciso um maior lastro, é possível instalar um bastidor de lastro para poder adicionar mais tijolos.

Distribuição eficaz

Como o instalador pode saber quanto peso é necessário colocar debaixo de cada painel? “Temos uma ferramenta calculadora online que qualquer pessoa pode usar”, explica Weller. “A ferramenta é acessível para todos. Só necessita criar uma conta”.
A ferramenta pode ser utilizada para simular facilmente a situação no telhado, basta desenhar como deseja colocar os painéis. A ferramenta calcula de forma automática quanto lastro é necessário acrescentar para cada painel”.

A ferramenta calculadora da Esdec

O chamado “plano de instalação e lastro” é determinado parcialmente pela altura do edifício e o tipo de painel, mas a categoria de terreno e a zona de vento também desempenham um papel importante. Pode ser o caso de que seja necessário ter de deixar o centro do campo sem um painel, porque tem uma chaminé ou porque se precisa deixar espaço para uma bomba de calor. “É importante que todos os painéis deixados fora do campo sejam incluídos na calculadora, devido às importantes consequências que têm para o fator acoplamento e a quantidade de lastro requerida.

Tantos os testes em túnel de vento como os testes de elevação mecânica são muito importantes para conseguir um resultado final correto. Os testes em túnel de vento proporcionam informações sobre as forças que atuam nos painéis, e os testes de elevação determinam o quão bem os painéis apoiam um ao outro sob a influência dessas forças”.

“Não é uma análise barata. A pesquisa pode facilmente custar dezenas de milhares de euros, porque os painéis quebram durante os testes mecânicos”. As esquinas recebem a maior quantidade de vento e são as que menos estão acopladas, o que significa que são as que necessitam mais lastro. Portanto, é extremamente importante utilizar a quantidade de lastro indicada pela calculadora.

Lista de verificação

A Esdec investe muito tempo e energia informando instaladores, o que é refletido na ferramenta de instalação. “Naturalmente que é uma má notícia se um dos nossos sistemas é danificado, mesmo que fique provado que não foi por nossa culpa. Tem ainda um efeito negativo para a nossa imagem”. A Esdec desenvolveu uma lista de verificação para os fornecimentos e serviços de instalação, e Weller comenta que o plano dos lastros gerado pela calculadora também deve ser observado bem detalhadamente. “Os nossos clientes terão a qualidade que esperam quando utilizarem a lista de verificação e o plano”.

Partilha de conhecimentos

A Esdec também promove a partilha de conhecimentos em outros meios. Por exemplo, em meses recentes, o fornecedor organizou webinars nos esquemas de reconhecimento nacional e normas de qualidade. “Esses assuntos não estão relacionados diretamente com os nossos produtos”, comenta Weller, “mas apesar disso, achamos que é importante que os nossos instaladores os conheçam”.

A ferramenta calculadora pode ser utilizada por qualquer pessoa, e Weller conclui: “O nosso objetivo é partilhar o nosso conhecimento para aumentar de forma geral os padrões de qualidade no setor”.